5/28/2016

Japoneses usam energia solar para transformar água do mar em combustível


A água do mar é um dos recursos mais abundantes da Terra. Diante desse fato, um grupo de cientistas japoneses têm trabalhado em uma solução que utiliza o potencial solar para transformar a água salgada em energia. O processo produz peróxido de hidrogênio a partir da água e esse material pode ser usado como células de combustível.

A pesquisa é liderada por Shunichi Fukuzumi, da Universidade de Osaka, no Japão. Os primeiros resultados do experimento já viraram um artigo científico, publicado na revista Nature Coomunications. O intuito deste trabalho é encontrar alternativas mais eficientes e limpas para a produção de energia.

"O recurso mais abundante da terra, a água do mar, é utilizado para produzir um combustível solar que é o H²O²", disse Fukuzumi ao Phys.org 

O hidrogênio já é usado atualmente como combustível. No entanto, para que funcione, ele precisa ser armazenado de forma altamente comprimida. Já o peróxido de hidrogênio (H²O²) pode ser armazenado em forma líquida e transportado em altas densidades, com muito mais segurança.

No novo estudo, os japoneses conseguiram desenvolver uma célula fotoeletroquímica que produz o H²O². O processo acontece de maneira simples: quando a luz solar ilumina o fotocatalisador, ele absorver fótons e usa a energia para iniciar as reações químicas de oxidação, de forma a transformar a água do mar em H²O².

No geral, o sistema tem um total de energia elétrica solar com eficiência de 0,28%. (A produção fotocatalítica de H²O² a partir de água do mar tem uma eficiência de 0.55%, e a célula de combustível tem uma eficiência de 50%).

O processo poderia ser aplicado em água doce também. Mas, os cientistas descobriram que o grau de eficiência é muito maior com a água do mar, que chega a 48mm, enquanto a água pura fica em 2mm, a cada 24 horas de exposição.
Para os japoneses esse é mais um passo em direção a descobertas que substituam a energia proveniente de gás natural e que barateiem a produção de peróxido de oxigênio, para que ele seja considerado uma fonte energética viável e eficiente.

"No futuro, pretendemos trabalhar no desenvolvimento de um método para o baixo custo, a produção em larga escala de H²O² a partir de água do mar ", disse Fukuzumi. "Isto pode substituir a produção de alto custo atual de H²O² a partir de H² (a partir do gás natural, principalmente) e O² ", completa Shunichi Fukuzumi, principal cientista da pesquisa.

[ Phys.org ]


  • Gostou? Então compartilhe e siga-nos também no Facebook Twitter.
Copyright © 2015-2016. Todos os direitos reservados. The Scientific Universe! | Designed By Blogger Templates
Scroll To Top